Alerta geral – Ministro fala que o limite de idade de aposentadoria é igual para todos

25 de outubro de 2016

Representantes de sindicatos filiados à Cobrapol se reuniram com o secretário executivo do Ministério da Previdência, e reafirmaram a posição de rechaço total a implantação de limite de idade de 65 anos para aposentadoria de policiais.

O representante deixou claro que a intenção do Governo é que os efeitos sejam imediatos para quem ainda está na ativa, e que será implantada uma regra de transição. E que é praticamente impossível se aplicar somente para quem ingressar no serviço público agora, pois na visão do Governo, as repercussões tem que ser para o momento, e não para 40 anos. Do ponto de vista jurídico, vão fazer de tudo por essa implantação. Ele afirmou também que a matéria já se encontra na Casa Civil para análise, e que a mesma deve ficar pronta até dezembro.

Diante da pressão dos presentes, o secretário executivo do Ministério da Previdência, disse que a matéria é de decisão política, e que a categoria pode argumentar com o Governo. O representante do Governo deixou claro que, a decisão inicial, é de uma regra geral pra todos os seguimentos do serviço público. Isso é muito grave para os policiais.

A Cobrapol está conclamando a sua base para se organizarem contra essa matéria, tão nociva à segurança da população e da Polícia Civil. O presidente do Sindpol/MG Denilson Martins, disse que é necessário pressionarmos o Governo contra essa reforma da Previdência.

Reunião em Brasília