Delegação do Sindpol/MG vai a Uberlândia, mobiliza categoria, presta informações e participa de inauguração de delegacias especializadas

7 de julho de 2017

Entre os dias 6 e 7 de julho, uma delegação do Sindpol/MG, composta pelo presidente Denilson Martins, o diretor administrativo, José Maria de Paula “Cachimbinho” e o diretor de assuntos do interior, Mário Antônio dos Santos, se fizeram presentes no 9º DP de Uberlândia, para dentre outras atividades, participar da solenidade de instalação e inauguração da delegacia especializada de crimes ambientais e da delegacia especializada de crimes, furtos e roubos de veículos. A instalação dessas unidades é fruto de reivindicação antiga da categoria e da população local, e fruto de uma parceria entre o MPE do Meio Ambiente local, e o MPF do Trabalho de Uberlândia, que cederam recursos da ordem de R$ 600 mi, advindos de taxas e multas recolhidas pelos órgãos.

A delegação do sindicato também participou de importante reunião com o Chefe de Polícia, Dr. João Otacílio, o Superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Dr. Márcio Lobato, o chefe do departamento, Dr. Hamilton Tadeu de Lima e o regional Dr. Edson Morais, com todo o conjunto dos policiais locais, para tratar sobre diretrizes e projetos em curso da PCMG.

A direção do Sindpol/MG também cuidou de reunir com a direção sindical local, na pessoa dos investigadores Lenon Lopes Viegas, o inspetor Júlio Carbolante e Dra. Gabriela Damasceno, para acertar os detalhes finais da reestruturação da direção local, e aquisição de móveis e utensílios para montagem da nova sede sindical, que passa agora a funcionar em novo endereço, mais próximo de onde serão as novas instalações da delegacia regional, que está sendo reformada.

O presidente Denilson Martins deixou claro aos presentes da necessidade permanente de organizarmos mais e melhor a nossa descentralização sindical no interior, e é preciso que, a direção regional de Uberlândia avance nessa direção e que não faltará apoio da presidência e da direção estadual para a garantia desse funcionamento pleno, pois quanto mais e melhor atendermos o nosso filiado in loco, mais e melhor funciona o atendimento da unidade policial à população, e melhor ainda será o nível e a qualidade das relações de trabalho no ambiente policial.

Denilson Martins esclareceu aos presentes a importância do papel do sindicato na defesa dos interesses do filiado e da Corporação, explanou sobre os desafios que enfrentados no âmbito Institucional, o risco de perdas de direito, face a carência de representatividade parlamentar, o alcance das reformas do Governo Federal em nossas conquistas históricas e até mesmo a quebra da estrutura sindical, com a proibição do direito de greve pelo STF, e a limitação do financiamento das entidades sindicais de nível superior, isso tudo enfraquece a estrutura sindical na luta e defesa dos direitos das categorias.

O presidente também posicionou sobre os problemas locais de processos movidos pelo MP contra policiais. Disse que já se reuniu com os dois promotores GAECO, no ano passado, e também se reuniu com procuradores em BH, na busca de um equilíbrio e de maior transparência nessas apurações, zelando pela dignidade da pessoa humana dos policiais, pelo devido processo legal, pela ampla defesa e pelo contraditório dos investigados.

Em todas essas oportunidades o Sindpol/MG se posicionou como representante da categoria e como o patrono da defesa dos interesses jurídicos dos mesmos, esse também é o papel da entidade de classe.

Dentre as atividades realizadas durante esse dia de visita técnica, a delegação do Sindpol/MG também participou do ato de apresentação dos três criminosos investigados no latrocínio de um Cabo do exército, no último sábado, crime que chocou toda a região pelo nível de crueldade em ceifar a vida do cabo na frente de sua família, em específico, o seu padrasto, que também foi vitimado pela ação dos algozes.

O presidente solicitou maior celeridade da direção local, na conclusão dos trabalhos para a inauguração da nova subsede e retomada do pleno funcionamento, e nomeou o diretor administrativo José Maria de Paula “Cachimbinho”, e o gerente Tiago Rezende, para auxiliarem os diretores regionais nesse sentido.