Direção do Sindpol/MG e Comissão de Excedentes se reúnem com assessor do Governo

13 de Abril de 2018

A direção do Sindpol/MG, juntamente com a comissão de excedentes do concurso de investigador, edital 2014, se reuniram nesta sexta-feira (13/04), com o assessor especial de Relações Sindicais, Carlos Calazans, o chefe de gabinete da Polícia Civil, Dr. Bruno Tasca e o representante da chefia de polícia, Dr. Guilherme da Costa Oliveira Santos, com o objetivo de cobrar do Governo um calendário de nomeações do restante dos 627 excedentes.
Os dirigentes tiveram um posicionamento favorável da substituição de pelo menos 170 investigadores, que de acordo com eles, é um número baixo, porém é um bom começo.
De acordo com Carlos Calazans, o Governo vai nomear os 627 excedentes ainda este ano.
A diretoria do sindicato continuará cobrando, na perspectiva de preencher todas as vagas. Ficou agendado para o mês de maio uma nova reunião, onde os dirigentes irão aferir se o número de convocações poderá aumentar ou se ainda poderá haver uma antecipação dessa segunda turma.
A direção do sindicato e a comissão dos excedentes saíram da reunião motivados, apesar de não ser um número ideal, mas é uma perspectiva, uma possibilidade. O Sindpol/MG continuará na luta para que todos os excedentes sejam convocados.
Sindpol/MG, sindicato ético, de lutas e de resultados.