Direção do Sindpol/MG recolhe assinaturas para serem protocoladas com o presidente do TCE

11 de agosto de 2017

A direção do Sindpol/MG começou a recolher, nesta sexta-feira (11/08), assinaturas para compor o abaixo assinado que será enviado ao presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Dr. Cláudio Terrão, como instrumento de reforço à tese sustentada pelo Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais e demais entidades de classe, em defesa da paridade e integralidade dos proventos Policiais Civis.

Essa estratégia foi iniciada, na última quarta-feira (09/08), em uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE), convocada pelo Sindicato, e aprovada pela maioria da categoria que compareceram ao movimento. A AGE foi marcada por ato político e repúdio contra o sucateamento dos Policiais Civis e a agenda negativa que vem prejudicando os direitos dos operadores de Segurança Pública, como a PEC 287/16 – Reforma da Previdência, o acórdão de Inconstitucionalidade da paridade e integralidade da PCMG, o atraso de salários, dentre outras matérias que os policiais entendem ser inconveniente e inaceitável no atual momento.

O presidente, Denilson Martins e demais diretores, tem se revezado para visitarem unidade por unidade e coletar as assinaturas dos demais policiais. A intenção do sindicato é fortalecer ainda mais o movimento, para que os conselheiros do TCE revejam os votos em julgamento, que será agendado para o próximo mês. As assinaturas também estão sendo recolhidas na sede do Sindpol/MG, àqueles que ainda não assinaram é só compareceram ao sindicato e entrar em contato com o presidente Denilson Martins e o diretor Adilson Bispo. “É importante que sejam preenchidas todos esses abaixo assinados até a próxima quinta-feira (17/08), uma vez que, quanto antes despacharmos com o Dr. Cláudio Terrão, presidente do TCE, mais rápido teremos o convencimento de cada conselheiro”, afirmou Denilson.