Inauguração Solene do edifício do Sindpol/MG Inspetor Adjunto José Maria de Paula “Cachimbinho”

13 de junho de 2017

O Sindpol/MG realizou hoje (13/6), a inauguração solene de seu edifício e, como reconhecimento aos serviços prestados à Polícia Civil, à sociedade e por toda a sua história na luta sindical, o homenageado foi o Inspetor Adjunto José Maria de Paula “Cachimbinho”, nome dado ao edifício.

O presidente do sindicato, Denilson Martins, ressaltou que é mais que merecida esta homenagem, pois o Inspetor José Maria é um homem de caráter, e que honra a Polícia Civil. O vice presidente Antônio Marcos Pereira (“Toninho Pipoco”), ressaltou que o inspetor José Maria de Paula foi um dos motivos que o levaram a se tornar um inspetor de polícia.

O homenageado, o inspetor adjunto José Maria “Cachimbinho”, não pôde comparecer ao evento por motivos de saúde, quem o representou foi sua esposa Cátia Regina, que estava muito emocionada e disse ter muito orgulho do marido, pelo homem de caráter que é com a família, Polícia Civil e com o sindicato.

Foram diversas homenagens ao inspetor José Maria, todas as pessoas que discursaram, ressaltaram a importância do homenageado para a história da Polícia Civil e do Sindpol/MG, e afirmaram que ele é um ícone da Polícia Civil.

O evento contou com a participação de pessoas importantes no cenário sindical e da Polícia Civil, como o presidente do Sindpol/MG Denilson Martins; o vice presidente Antônio Marcos Pereira (“Toninho Pipoco”), o Assessor Chefe de Relações Sindicais, Carlos Calazans; a diretora da Academia de Polícia Civil (Acadepol), Dra. Ana Claudia Perry; o Superintendente de Segurança do SESC/MG, Dr. Leonardo Vieira; o Gerente da Copemg, Jamerson César; a diretora do Instituto de Identificação, Dra. Jacqueline Ferraz; o Inspetor Geral de Escrivão de Polícia, Adailson Branco; o Inspetor Geral de Investigadores de Polícia, Willian de Oliveira Braga, o Superintendente de Polícia Técnico-cientifica Roberto Simão e a secretária Executiva da Funed e esposa do inspetor José Maria, Cátia Regina de Paula, que compuseram a mesa, além de filiados, colaboradores do sindicato, amigos e parentes.