Novas notícias do acampamento dos excedentes do concurso

4 de outubro de 2017

 

Na noite desta segunda-feira, 2/10, a direção do Sindpol/MG, compareceu até ao acampamento dos excedentes do concurso de investigador da Polícia Civil, que está há mais de um mês na porta do Palácio das Mangabeiras, sede oficial residência do governador do Estado, momento importante para avaliar o ato e o movimento ocorrido naquela manhã, e também para planejar novas ações, no sentido de convencimento do Governador Fernando Pimentel para a convocação, e de um cronograma de nomeações desses excedentes do concurso.

É importante frisar que o quadro de defasagem da Polícia Civil continua crescendo a cada dia com a publicação de novas aposentadorias de servidores que completam o tempo para o seu desligamento facultativo junto administração estadual, a nomeação desses excedentes, em um prazo curto e médio, seria de fundamental importância para não permitir que a instituição Polícia Civil entre em colapso profundo.

O presidente do Sindpol/MG Denilson Martins, o diretor administrativo, José Maria de Paula “Cachimbinho”, o assessor de assuntos dos aposentados, Vinícius Faedda, e demais diretores, se fizeram presentes e puderam ponderar esses fatos com excedentes.

O presidente e inspetor Denilson Martins deixou claro que a luta dos excedentes do concurso de investigador é uma luta da categoria, portanto é uma luta do Sindpol/MG, e não vai abrir mão de que o governo cumpra o seu compromisso feito em campanha e, também, após assumir o cargo mais alto do executivo Estadual Mineiro.

Sindpol MG sindicato ético forte de lutas e de resultados.