Os policiais civis deliberaram em Assembleia, por maioria absoluta, a retirada do DETRAN da estrutura administrativa organizacional da Polícia Civil.

Exmo. Sr. Chefe de Polícia, Dr. Jairo Lellis,

Senhor Chefe, conforme contato telefônico com vossa Exª. na data de hoje (08/06), pelo presente, informamos que mesmo sendo comunicado aos policiais reunidos em Assembleia acerca da possibilidade de antecipação dos índices, e elevação dos índices de 10% ainda em outubro de 2011 e 12% em agosto de 2012, os policiais, por unanimidade, deliberaram pela rejeição de tal proposta, por entenderem que a mesma não atende nada da pauta reivindicatória unificada apresentada em reunião do Conselho Superior de Polícia.

Ao ensejo, também foi deliberado pela permanência da greve até que o Governador tenha o respeito e dignidade de receber os policiais através de seus legítimos representantes, para, finalmente, discutirem uma forma de atendimento à pauta específica da Polícia Civil: implantação de subsídio, reestruturação da carreira com equiparação entre Peritos, Investigadores, Escrivães e Médicos Legistas, e de Delegados com Defensores Públicos, além da ampliação do quadro com realização de concursos públicos, conforme já é do conhecimento de V. Exª.

 

Os policiais também deliberaram em Assembleia, por maioria absoluta, a retirada do DETRAN da estrutura administrativa organizacional da Polícia Civil, por entenderem que tal atividade, meramente administrativa e arrecadatória, em nada contribui com as prerrogativas e fins específicos da nossa instituição e seus operadores, drenando e sucateando ainda mais os recursos humanos tão parcos e tão exigidos no dia a dia da classe policial.

Sem mais para o momento, continuamos contando com V. Exª. no empenho para busca de valorização dos nossos servidores, como temos a certeza que tem feito.

 

Atenciosamente,

Denílson Martins