Notícias

 
 

SINDPOL/MG e SINDEP/MG traçam estratégias de mobilização junto aos excedentes do concurso para escrivão 2011/2012

Conforme convocatória realizada pelo SINDPOL/MG em parceria com o SINDEP/MG, aconteceu na manhã desta segunda-feira (9), na ALMG, reunião de trabalho com os excedentes do concurso para escrivão 2011/2012. O presidente Denílson Martins enfatizou aos presentes, cerca de 120 aspirantes, que a luta começava naquele instante e da importância da união e mobilização de todos para alcance do objetivo.

O presidente relembrou as lutas do sindicato e que mesmo diante das dificuldades de negociação com o Governo tem avançado na luta pela valorização do servidor da Polícia Civil e da instituição. Citou ainda o concurso de 2008 quando o edital previa somente 356 vagas, estas foram ampliadas para 1.500 depois de muita pressão do sindicato em mobilização com os excedentes.

O presidente do SINDEP/MG, Mauro Murtinho, falou da defasagem no quadro de escrivães da PCMG e como isso tem afetado a saúde física e mental dos servidores, além do prejuízo para a sociedade.

Ao final da reunião Denílson Martins propôs a criação de uma comissão com cinco membros, representantes responsáveis pelo acompanhamento das convocatórias para reuniões de mobilização.

Foram habilitados para comporem a comissão nove aspirantes que, durantes este período irão, juntamente com SINDPOL/MG e SINDEP/MG, operacionalizar esta operação, são eles:

Alison - (31) 8865-5102
Aleandro Costa - (31) 8843-3543
Glauco Soares - (31) 9229-3537
Edmar Sinay - (31) 8767-6282/ 9110-9305
Caroline Martinez - (37) 9138-9449
Camilo - (31) 9322-6792

Cassio Campos - (31) 9513-6113
Naiara da Silva - (31) 9744-9762
Cinara G. Oliveira - (31) 8807-4244
Rubens - (31) 9974-8190


 

Convocação

O presidente do SINDPOL/MG convocou todos os excedentes para comparecerem à votação na Comissão de Administração Pública do PLC 23/2012 que institui a Lei Orgânica da Polícia Civil, que acontecerá no dia 9 de agosto, às 9h. é importante a participação de todos.

 

Esclarecimentos

Durante a reunião os dirigentes presentes responderam todos os questionamentos a eles formulados, principalmente as indagações abaixo:

Há possibilidade de convocação de aproximadamente quantos candidatos? E aqueles que fizeram somente o teste de digitação?

A Lei 84/2005 estabelece o quantitativo mínimo de 1.878 escrivães na PCMG, o SINDPOL/MG e SINDEP/MG lutarão para que pelo menos este número seja respeitado.

Quantos escrivães concursados estão na ativa?

Cerca de 600 escrivães

Quantos escrivães ad hoc há na Polícia Civil?

Não há como ter este controle uma vez que no interior, por exemplo, pela falta de efetivo as delegacias recorrem às prefeituras para ceder funcionários, a nomeação é feita pelo delegado.

Quais as estratégias de mobilização do sindicato?

O SINDPOL/MG nunca deixou de se mobilizar pela ampliação do efetivo da Polícia Civil, em janeiro deste ano ingressamos com duas ações civis públicas requerendo a ampliação do quadro de servidores da PCMG, com base em um estudo realizado pelo próprio governo, o qual atesta qual o efetivo total deveria ser de pelo menos 18.000 servidores.

Como podemos contribuir para acelerar este processo?

Mobilização e unidade.

 
 
 
« Voltar
 
 
jn2