Representantes da Intersindical se reúnem no Sindpol/MG

7 de Fevereiro de 2018

Entidades de classe, que pertencem a Intersindical, se reuniram no Sindpol/MG, na última segunda-feira (05/02), para discutirem as próximas ações em relação ao Governo do Estado e para assinarem um ofício de reivindicações para o governador Fernando Pimentel.

Os sindicalistas reivindicam, no ofício, acerca da recente informação, veiculada através dos veículos de comunicação, de que o Governo, considerando gratificação a título de ajuda de custo, a diversos segmentos do funcionalismo do Poder Executivo, excluíram o segmento da Segurança Pública.

Segundo o presidente do Sindpol/MG, Denilson Martins, essa medida além de caracterizar descriminação ao texto Constitucional, fere o dever de ofício do Governo em respeitar a data base de reajuste e reposição do funcionalismo, que é em outubro. Corrigindo as perdas inflacionárias e a corrosão econômica da massa salarial dos mesmos. Considerando também que, a referida medida, se aplicada, certamente se acirrará os ânimos, que já estão exaltados.

Já não há dúvidas que a política de concessão de bônus e gratificações no segmento de Segurança Pública, já se demonstrou açodadamente inadequado, pois desrespeita a premissa da Paridade e Integralidade para os operadores do sistema, uma vez que, é discutível a extensão de tais benefícios aos servidores aposentados e/ou inativos, o que gera instabilidade, desarmonia, injustiças e desagregação na base da Segurança.  Os sindicalistas reforçam que, a tese mais acertada, é a do reajuste e reposição geral das perdas na data base definida em lei.

Veja o ofício.