Sindicato atuante

Sindicato atuante: Sindpol/MG oficia chefia de Polícia e pede esclarecimentos em relação as promoções de classe especial

O Sindpol/MG oficiou a chefe de polícia Dra. Andrea Vacchiano, nesta segunda-feira (30/11), e solicitou esclarecimentos dos motivos pelos quais os investigadores de polícia II- nível III e os escrivães de polícia II – nível III, não foram promovidos à classe especial até a presente data, por antiguidade, em razão do tempo no nível e por antiguidade pelo critério especial, com efeitos a partir de 1º de janeiro de 2015.

O presidente do Sindpol/MG Denilson Martins e o vice Toninho Pipoco, pediram que sejam tomadas com urgência todas as providências necessárias para publicação das promoções questionadas, uma vez que a classe III de aludidas carreiras permaneceu mais de três editais sem vagas.

Veja o ofício.

Sindicato atuante: Coordenador da Intersindical e presidente do Sindpol/MG, se reuniram com o Advogado Geral do Estado para reestruturação do CAP

Na intenção de se modernizar, tornar mais paritário, justo e eficiente o Conselho de Administração de Pessoal (CAP), instância de recursos de processos administrativos de servidores estaduais, o presidente Denilson Martins e demais dirigentes da coordenação intersindical, se reuniram na tarde desta segunda-feira (10/08) com o Advogado Geral do Estado, Dr Onofre Alves Batista Júnior, pugnando por transformações necessárias naquele importante órgão de recursos.

O objetivo é evitar a judicialização de conflitos de interesses, buscando soluções e negociações administrativas. Dr. Onofre acolheu as ponderações dos líderes e se comprometeu a se posicionar juntamente com o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Dr. Helvécio Magalhães, e posteriormente se reunir novamente com os líderes sindicais para dar um posicionamento.

Sindicato atuante: Direção do Sindpol/MG impetra ação de desvio de função em benefício de investigadora de Nanuque

Uma investigadora, lotada em Nanuque, está há algum tempo sendo obrigada, pela autoridade policial, a realizar tarefas que não são típicas para o cargo pelo qual ela prestou concurso público, diante desse fato ela recorreu ao Sindpol/MG pedindo ajuda.

A direção do Sindpol/MG determinou ao departamento jurídico que analise o caso dessa investigadora e ingresse com as respectivas ações para sanar tais distorções. O presidente Denilson Martins reforçou que arranjos e improvisos dessa natureza é que dificulta e prejudica a valorização da carreira policial, e impede também que haja sucessivos concursos na Instituição.

 

 

Sindicato atuante: Direção do Sindpol/MG mais uma vez realiza visita de trabalho no atendimento aos policiais civis em medida judicial na Casa de Custódia da Polícia Civil

Na tarde desta quinta-feira (16/04), os membros da diretoria executiva da regional sindical Norte de Minas, diligenciaram a Casa de Custódia da Polícia Civil para acompanhamento jurídico e institucional aos policiais submetidos à medida judicial, fruto da investigação da Polícia Federal a respeito de possíveis irregularidades no pagamento do DPVAT.

A defesa qualificada dos colegas sobre todas as acusações, que em tese sê-lhe imputam, é direito do sindicalizado e dever da entidade sindical, que sempre empenha todos os seus recursos na defesa de seus filiados.