Sindpol/MG cobra investigação do Gaeco de Uberlândia junto à ALMG

6 de Fevereiro de 2018

A direção do Sindpol/MG se reuniu, nessa terça-feira (06/02), na ALMG, com o deputado estadual Arnaldo Silva, de Uberlândia, para levar elementos para fundamentar o pedido de que, a ALMG e suas comissões, possam trazer esclarecimentos e apuração de possíveis irregularidades praticados por membros do Ministério Público (MP) e do Gaeco de Uberlândia, em recente operação realizada naquele município, envolvendo policiais civis.

A direção do Sindpol/MG arguiu vários pontos controversos nessa fase da Operação Fênix, que contou com forte aparato policial e grande investimento público, sem a clareza e transparência nessas investigações.

O deputado informou aos dirigentes sindicais que também está preocupado com o encaminhamento dessas investigações, e está recebendo diversas reclamações, não só da Operação Fênix, mas da atuação, de modo geral, do Gaeco no Triângulo Mineiro. O parlamentar se prontificou em acompanhar de perto todas essas tratativas e já disse que será votado nessa quarta-feira, um requerimento na comissão de Segurança Pública, para que seja realizado uma Audiência Pública específica para tratar a respeito dessas ações do Gaeco de Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

A direção do Sindpol/MG agradece a prontidão e a rapidez com que o deputado se colocou à disposição, e por ter se comprometido de participar de todos os atos envolvendo essa matéria, na ALMG.