Sindpol/MG é contra o armazenamento de armas e munições em delegacias do Estado

9 de janeiro de 2018
Foto: Ascom/PCMG

O presidente do Sindpol/MG, Denilson Martins, concedeu entrevista a TV Globo, ontem (08/01), e falou da indignação com a resolução do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que determina que as munições e armas de fogo, apreendidas no Estado, terão que ficar com a Polícia Civil, até que o laudo pericial seja encaminhado ao Exército para destruição ou doação das mesmas.

“Não podemos aceitar o ônus do armazenamento de armas, nossa luta pela Segurança Pública – na defesa, valorização e representação da categoria policial, com qualidade – não é de hoje”, disse Denilson Martins.

Clique aqui e confira a matéria.