Sindpol/MG participa de reunião com a Seplag e secretário da Fazenda

Sindpol/MG participa de reunião com a Seplag e secretário da Fazenda:
Sindicato cobra mais uma vez informações e fala da necessidade da convocação dos aprovados em concurso

O presidente do Sindpol/MG Denilson Martins e o diretor administrativo José Maria de Paula “Cachimbinho”, se reuniram na manhã dessa quinta-feira (01/10), juntamente com outras entidades sindicais, na Cidade Administrativa, com os secretários de Estado de Gestão e Planejamento e da Fazenda, para discutirem a situação orçamentária e fiscal do Estado e também buscar as respostas a respeito do concurso de investigador.

De acordo com Denilson, os secretários, em respostas aos seus questionamentos, disseram que as condições encontradas não autorizam qualquer forma de ações ou projetos que impactem em aumento de despesas, face o atingimento do limite prudencial, mas que a área de Segurança Pública é exceção, e que está preservado o concurso de investigador da Polícia Civil, o mesmo será cumprido logo após alguns detalhes de ordem operacional, o que será informado ao Sindpol/MG e à Chefia de Polícia. Os secretários reforçaram que o próprio Governador determinou que a Seplag tome frente, em conjunto com o titular da pasta, sobre todas as ações de Segurança Pública, e que a prioridade do governo, diante dos desafios financeiros e orçamentários, é a folha de pagamento em dia. “Nós solicitamos um cronograma de datas e contingente a ser convocado, e ele (secretário da Seplag) se comprometeu em informar ao sindicato esses números, para dar mais tranquilidade e programação aos interessados na maior brevidade, disse Denilson.

Veja os documentos ao lado.

Notícias da SEPLAG
Secretários de Planejamento e Gestão e de Fazenda apresentam situação Orçamentária e Fiscal do Estado para sindicatos

 

Os secretários de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, e de Fazenda, José Afonso Bicalho, se reuniram com as entidades sindicais que representam os servidores do Estado, nesta quinta-feira (01/10), para apresentar o Relatório Fiscal do 2º Quadrimestre de 2015 e a Proposta de Lei Orçamentária para 2016. Apesar da situação financeira e econômica do Estado, o secretário Helvécio Magalhães garantiu o pagamento da folha do funcionalismo em dia, inclusive do décimo terceiro salário.

“A absoluta prioridade é a folha, vamos garantir o pagamento em dia, incluindo o décimo terceiro. Pode parecer pouco, mas temos notícia de que mais de dez estados terão dificuldade de honrar esses compromissos”, afirmou o secretário.

Helvécio Magalhães apresentou aos sindicatos o orçamento de 2016, deficitário em R$ 8,9 bilhões. O Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2016 (PLOA-16) foi encaminhado à Assembleia Legislativa de Minas Gerais ontem, dia 30/09. 

O secretário de Fazenda, José Afonso Bicalho apresentou os dados do Relatório Fiscal do 2º Quadrimestre de 2015. “Precisamos compartilhar com vocês a aflitiva situação financeira que estamos passando do ponto de vista econômico e as amarras que temos. Vamos cumprir os 25% da Educação, os 12% da Saúde, pagar as dívidas e a margem que sobra é apenas 9% do orçamento”, afirmou.

Na ocasião, os representantes sindicais se queixaram da ausência dos secretários em reuniões anteriores. Helvécio Magalhães explicou a dificuldade de agenda. “Em nove meses, nunca foram realizadas tantas reuniões com os sindicatos e, independente de estar ou não nos encontros, acompanho todos os encaminhamentos. Vamos aperfeiçoar isso, mas é preciso compreender que tivemos que reconstruir a Subsecretaria de Gestão de Pessoas. O diálogo estava emperrado e estamos trabalhando para desobstruí-lo”, ressaltou.

Em relação ao alerta dos representantes do Sind-Saúde e do Sindicato dos Servidores do Ipsemg sobre o não pagamento do abono da Saúde, o secretário de Planejamento e Gestão explicou que foi necessário gerar uma segunda folha, já que se trata de outra fonte, mas que o abono será pago neste mês de outubro.

Fonte: SEPLAG