Notícias do abono fardamento – Presidente do Sindpol/MG notifica o Governo e requer reversão da medida através de folha adicional ainda no mês de junho

31 de Maio de 2016
Presidente do Sindpol/MG Antônio Marcos Pereira ("Toninho Pipoco"), chefe de gabinete da Seplag, Dra. Lígia Pereira e o filiado Denilson Martins

Na manhã dessa terça-feira (31/05), o presidente do Sindpol/MG Antônio Marcos Pereira (“Toninho Pipoco”), tão logo tomou conhecimento do não pagamento do benefício, previsto em lei, nesse mês de junho, contrariamente ao procedimento adotado para a PM, que receberão nesse mês, buscou reunir com a chefe de gabinete da Seplag Dra. Lígia Pereira, e despachou com a mesma, ponderando o equívoco praticado pelo Governo, e posicionou, para evitar uma crise maior, gerado pelo tratamento diferenciado, só haveria uma saída, que seria o pagamento em folha extra adicional ainda esse mês.

O dirigente sindical salientou que o clima de discordância e revolta da categoria, não aceitando o posicionamento do Governo, é muito grande e precisa de reversão. Nas redes sociais a maior parte da cobrança se deve em função da posição política adotada por grande parte dos policiais civis na última campanha eleitoral, que como sinal de protesto contra o tratamento diferenciado dispensado pelo Governo passado, em relação a PM, votaram em Pimentel, e agora se veem frustrados em perceberem que o comportamento do Governo atual se demonstrou idêntico ao passado.

O presidente Antônio Marcos Pereira reforçou com a Dra. Lígia que o compromisso do Sindpol/MG, em primeira instância, é com a categoria, e nesse sentido espera o necessário atendimento por parte do Governo.

A representante do Governo se comprometeu em levar o posicionamento do Sindpol/MG ao secretário da Seplag Dr. Helvécio Magalhães, bem como ao Governador do Estado, que tão logo tenha uma posição informará a direção do sindicato.

Ofício abono fardamento